11 de ago de 2010

Malhação

Ah, e uma coisa boa: depois de um longo e tenebroso inverno, consegui enfim pisar numa esteira ontem.
Correr? Claro que não, né...
Mas já está rolando uma reaproximação...
Vamos que vamos!

Encontro Gastrô de BSB

Será que ainda rolará um em que eu conseguirei - enfim - comparecer???

Villa Borghese

Conseguimos no sábado passado ir ao Villa Borghese.
O maridón não conhecia, e já havíamos visto algumas coisas legais... O couvert já tinha sido alvo de alguma reportagem dessas revistinhas de fim de semana, e há tempos queríamos ir.
Fomos.
É um lugar bem bonito, agradável, atendimento bem atencioso.
O couvert realmente é bem gostoso: a pasta de fígado estava muito boa. Achei só que faltou mais pão - coisa de pobre, rssss... Mas couvert tem que ter pão e nesse vinha muito daqueles grissinis e pouquíssimo pão (um, para ser mais exata).
Os pratos estavam bons - eu particularmente achei o meu um pouco frio... Parece que estavam esperando os dois ficarem prontos, o que deve ter acontecido em momentos diferentes...
O que eu achei fraco: a louça de "entrada", por incrível que pareça... Eram pratos iguais aos que eu uso no dia a dia aqui em casa... Aqueles sextavados da Schimidt... Ah, não né... Um restaurante com essa pinta tem que ter uma louça legal...
Agora o plus: eu pedi um café e os "acessórios" foram in-crí-veis! Uma cestinha cheia de casadinhos, damascos com chocolate, casquinhas de laranja e uns doces de côco... Amei.
Como disse o maridón, pequenas atitudes que cativam o cliente! E ainda ganhamos - nas palavras do maitre - uma surpresinha da chef: uma trufa de chocolate bem gostosa...
A noite foi, no saldo, positiva. Achei os pratos principais mais sugestivos do que gostosos - sabe quando a promessa é maior do que a realização?
Mas, no geral, foi uma experiência positiva... É que eu tenho que confessar que eu AMO damascos, rsss... Foi uma surpresa boa o café!